Álvaro Campelo sofre represália do Progressistas após renunciar vice-liderança do Governo na Aleam


Manaus/AM - O deputado Álvaro Campelo (Progressistas), foi surpreendido na manhã desta quarta-feira (05), com o comunicado da sua destituição da vice-liderança do Partido Progressista na Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam). O ato é uma represália da direção do partido, comandada pelos Irmãos Átila e Belarmino Lins, após Álvaro Campelo renunciar seu cargo de vice-liderança do Governo Wilson Lima na Aleam, e se recusar a participar da Comissão Especial do Impeachment do Governador e seu vice.


O deputado anunciou que a partir de agora atuaria com independência em relação ao Governo do Estado. Diante disso, a direção do Partido Progressistas, decidiu “punir” Álvaro Campelo destituindo o parlamentar da vice-liderança do partido na Assembleia Legislativa. Seguindo a mesma linha de represália feita com o deputado Dermilson Chagas, atualmente no Podemos, que foi expulso do Progressistas por fazer oposição ao Governo do Estado.

1 visualização

Siga o Poder nas redes sociais

  • Facebook
  • Instagram

© 2020. Poder Amazonas