Mesmo com ensino superior, secretária de Saúde do Amazonas desce para presídio


O superintendente da Polícia Federal no Amazonas, delegado Alexandre Saraiva, afirmou que todos os oitos mandados de prisão expedidos com a deflagração da Operação Sangria, foram cumpridos. Entre os presos temporariamente, está a secretária de Saúde do Estado, Simone Papaiz. 


O delegado afirmou que Simone deve baixar para presídio de Manaus após prestar esclarecimentos à PF. A operação apura desvios de recursos públicos federais com fraude na compra de respiradores realizada pelo Governo junto a uma loja de vinhos, com irregularidades e superfaturamento. 


A PF também cumpriu 14 mandados de busca e apreensão, sendo 12 em Manaus, um em São Paulo e um em Brasília. O governador Wilson Lima (PSC), que estava em Brasília, teve o celular e o tablet apreendidos.   


A reportagem do Poder Amazonas, tentou contato com a assessoria da PF para esclarecer se Papaiz, ficará ou não em uma cela especial, já que a secretária é graduada em Biomedicina pela Universidade de Mogi das Cruzes. Até o fechamento da matéria não tivemos resposta.

4 visualizações

Siga o Poder nas redes sociais

  • Facebook
  • Instagram

© 2020. Poder Amazonas