Simone Papaiz e outros presos na operação Sangria são exonerados



A secretária de Estado da Saúde do Amazonas, Simone Papaiz, presa na última terça-feira (30) na Operação Sangria  deflagrada pela Polícia Federal, foi exonerada pelo governador Wilson Lima (PSC), na tarde desta segunda-feira, (6). Papaiz ficou no comando da Susam por apenas 93 dias.


De acordo com o Governo, a decisão constará em edição especial do Diário Oficial do Estado (DOE), que também traz os decretos de exoneração da secretária de Comunicação Social (Secom), Daniela Assayag; do procurador-chefe da Superintendência Estadual de Habitação (Suhab), João Paulo Marques; e da gerente de compras da Susam, Alcineide Figueiredo Pinheiro, todos presos no último dia 30.


A secretária executiva da Secom, Cristiane Mota, e o secretário executivo da Susam, Marcellus Campelo, assumem interinamente as respectivas pastas.


6 visualizações

Siga o Poder nas redes sociais

  • Facebook
  • Instagram

© 2020. Poder Amazonas