Wilson Lima tem bens bloqueados e celular apreendido pela PF em Brasília


Alvo da operação Sangria da Polícia Federal no Amazonas, o Governador do Amazonas, Wilson Lima (PSC), teve o celular e o tablet apreendidos pela PF em Brasília, nesta terça-feira (30). A PF também cumpre mandados na sede do Governo do Estado e na Secretaria de Saúde, em Manaus.


A operação deflagrada na manhã de hoje, terça-feira, pela Polícia Federal e pelo Ministério Público Federal (MPF), investiga desvio do dinheiro público destinado ao combate ao novo coronavírus, que aponta supostas fraudes e desvios na compra de respiradores, com dispensa de licitação, de uma importadora de vinhos que deveriam ser destinados ao combate ao novo coronavírus.


A casa de Wilson Lima, no condomínio Vila Rica, foi alvo de busca e apreensão, além de ter seus bens bloqueados. A PF pediu a prisão e o afastamento do Governador, mas o Superior Tribunal de Justiça negou o pedido. Oito pessoas foram presas até o momento, incluindo a secretária de Saúde, Simone Papaiz. Governo


Em nota, o Governo do Amazonas informou que aguarda o desenrolar e informações mais detalhadas da operação que a Polícia Federal realiza em Manaus para, posteriormente, se pronunciar sobre a ação. Informou, ainda, que o governador Wilson Lima, que estava em Brasília para cumprir agenda de trabalho, está retornando para Manaus.



2 visualizações

Siga o Poder nas redes sociais

  • Facebook
  • Instagram

© 2020. Poder Amazonas